sexta-feira, 31 de maio de 2019

Pais & avós...

(Imagem: autor desconhecido)

Seremos os pais e avós daqueles que ainda virão. Seremos os ancestrais como são nossos pais e avós. Assim como contamos suas histórias, contarão as nossas. Somos a soma de todos e de cada um, daquilo que fizeram, daquilo que sentiram, daquilo que morreram e do que também celebraram. Não apenas herdamos seus olhos castanhos ou a pele negra, carregamos a sobrevivência que tornou-se também a nossa. Carregamos suas vitórias e derrotas. Carregamos a nutrição do amor e também sua falta. Os padrões ancestrais que se apresentam como nossos sem nos darmos conta é o convite para aprendermos a generosidade de (nos) acolhermos, sabendo que, embora distintos os papéis, nomes e cenários, embora distintos os personagens, somos todos dignos da nossa identidade, da nossa história, da nossa jornada, como expressão singular e plural da Unidade.

Nenhum comentário: