sábado, 7 de janeiro de 2017

O ano novo...

Organizou os livros, as roupas, sapatos, talheres, pratos, agenda, o tempo, a ansiedade, o amor, seu deus, seu diabo, seus medos, verdades, seu chefe, sua mãe, as mágoas, as contas, as cartas, carências, hipocrisias, as dores e o sono, nas prateleiras, armários, gavetas, porões, memórias, enganos, mentiras, lençóis, sintomas e nos escuros todos da palavra, do outro, do sonho, do quarto e do próprio peito.
 
Definitivamente, o ano novo de um mesmo homem.

Nenhum comentário: