sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

Adormecida...

Tornou-se feia pelo amor que amaldiçoou. Tornou-se feia pelo amor que impróprio dele bebeu. Tornou-se feia pela parte da vida que não viveu e pela parte sua que enganou. Tornou-se feia pelos amargos que não despediu e pelo perdão que jamais estendeu. Tornou-se feia pelas raivas que engoliu e pelo medo que a carregou para lugar nenhum. Tornou-se feia pelas maledicências. Tornou-se feia pelas tristezas que de maneira inexata se acostumou. Tornou-se feia pelo sonho que não a despertou. Tornou-se feia porque aceitou tornar-se feia. Tornou-se feia porque nunca se reconheceu.

Definitivamente era bela. Adormecida.

Um comentário:

Milene Cristina disse...

Não mais sonha, apesar de adormecida.