quarta-feira, 7 de setembro de 2016

Quando serenos...

deitam teus lábios nos meus
repousam teus olhos nos meus
e então finalmente desperto,

a envolver-me em rede tecida pelos milagres 
pequenos e cotidianos
estes! que nos permite enxergar o amor
quando serenos.

Nenhum comentário: