sábado, 27 de agosto de 2016

Aos psicólogos...

Aos que permitem que o espelho da linguagem nos denuncie. Aos que promovem a confissão dos nossos próprios silêncios. Aos que facilitam o abraço dos avessos, o perdão pelos nossos escuros. Aos que põem lume entre as marés e entrelinhas. Aos que nos apresentam a geografia dos nossos intensos. Aos que ajudam a desatar nós, enganos, passados, verdades e mentiras. Aos que sabem que ouvir é um ato de amor.

Gratidão.

Nenhum comentário: