sábado, 23 de julho de 2016

Mais sábio...

Descobriu ela com certo alívio que era tanto a inquilina das suas alegrias quanto das suas tristezas. E que não haveria como insistir em uma ou resistir a outra. 

Assim, tornou-se o peito mais sábio por aceitar suas próprias impermanências.

Nenhum comentário: