quinta-feira, 28 de julho de 2016

Inocentemente...

Inocentemente defendia-se de si mesma ao boicotar-se; não se permitindo alcançar o lado mais bonito de si e o ponto mais alto do amor por acreditar que irá sempre estragar a felicidade se ela vier; evitando-a para não se convencer do que por alguma razão já se convencera: de que não serve e não lhe cabem as alturas.

Assim, quanto mais busca, mais distante se põe do que é buscado.

Nenhum comentário: