sexta-feira, 6 de maio de 2016

A mais bonita...

Talvez a palavra mais bonita entre todas as palavras, escutando a tristeza dos nossos dias, recusou a revelar-se para isto. Talvez a palavra mais bonita entre todas as palavras tivesse vidências do futuro, adiando-se para algum poeta ainda mais tarde. Talvez a palavra mais bonita não quisesse fazer parte dos assuntos; ser dada como garantias; causar invejas às demais palavras. Talvez a acusassem por sua beleza, a assustassem por sua beleza, fizessem perguntas demais e a ameaçassem. Talvez a palavra mais bonita não possa ser exposta ou discutida porque se cale ou se torne outra. Talvez a palavra mais bonita entre todas as palavras esteja a pensar mais profundo, sentir mais profundo, viver mais profundo.

Talvez a palavra mais bonita entre todas seja um sonho ou um silêncio.

Nenhum comentário: