quarta-feira, 16 de março de 2016

Teoria Geral do Desassossego...

Teoria Geral do Desassossego
(um ensaio dos afetos) 

Este livro é uma versão compactada de todos nós. E não há quem destas palavras se esconda ou delas fuja; há apenas os que nelas podem se salvar. Aqui, recusarei por nós dois as conveniências com que sempre nos escondemos. Eu proponho vendavais. Eu proponho desassossegos. Ao abrir o livro não haverá retornos: dispensarás certezas e álibis com que justificamos nossos erros. Colocarás tuas tristezas em xeque. Colocarás teus temores em suspeição. Colocarás tuas crenças em sacrifício. E talvez venhas a descobrir a cura dos abismos convidando-se a eles. Talvez venhas a aliviar tuas dores sabendo das cicatrizes. Talvez venhas a aliviar tua sede com verdades ocultas sob as superfícies e descubras que somos todos prateleiras de frascos vazios na seção dos sonhos. Por isto estarei a falar das coisas exatas e imprecisas que muito bem conheces. Veja, este livro será cirúrgico corte no peito, mas não te preocupes, somente se o coração pudesse pensar é que pararia. Eu proponho catarses. Eu proponho vendavais. Eu proponho encantamentos. Porque os teus amores neste livro são reais, porque os teus caminhos neste livro são reais, assim como as tuas mortes. Mas venho abrigar-te do que tanto sofreste. As páginas servirão para falar por ti e absolver-te do que crês ser imperdoável. Os capítulos servirão para que te permitas saber de ti com mais compaixão. O que é a literatura senão a fotografia íntima dos nossos possíveis? É o que ofereço: a tua própria nitidez. Que reconheças no espelho da palavra as tuas inquietações e saídas. Afinal, somos todos míopes, exceto para dentro. O que ofereço são outros novos olhos a te aceitarem exatamente pelo que já és. Sem mais, nem menos. E que nós, protagonistas aposentados da nossa própria existência voltemos ao palco para as necessárias revoluções interiores que nos permitam amar melhor, viver melhor e sermos felizes para além de qualquer livro ou teoria.


A quem interessar adquirir, mande-me um e-mail: guglicardoso@gmail.com
ou através do Facebook: fb.com/ailhadeumhomemso

Nenhum comentário: