segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

Mera visita...

Ao dizermos "estou cansado de mim" ou "preciso de umas férias de mim" declaramos tanto um desabafo quanto um sintoma. Cansar-se de si pode vir a indicar o ciclo interior que já poderia ter sido superado pela compreensão, mas que insistimos em permanecer por inúmeras e particulares razões, naquilo que em nós já se esgotou. Acredito que será a compreensão adequada esta nossa superação. Antes, o que viermos a dizer será a evidência de que temos entulhado coisa demais e que precisamos da leveza de quem pode resolver, desatar, despedir e deixar para trás. Desejos, mágoas, culpas e quaisquer destas e outras coisas sejam em excesso ou desnecessárias. Qualquer um destes invisíveis que andem nos prendendo na gente mesmo. Pedir pelas férias de si muito fala sobre nossas acumuladas frustrações que passaram de mera visita a hóspede em nossa casa. Por não sabermos - ainda - como convidá-las a irem embora, pedimos pelo alívio temporário de quem pretende ir e voltar, para encarar inevitavelmente com aquilo que deve em nós ser entendido e por isto, atravessado.

Nenhum comentário: