segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

Cadente estrela...

soprasse eu à cadente estrela
desejo para que fosses vizinha

a pedir-me açúcar pra bolo,
velas para o escuro,
colo para o peito,

convidando-me a
repartir o bolo
dividir os dias
partilhar a casa

dizendo-me: 
amor é celebrar as horas todas do dia.

Nenhum comentário: