segunda-feira, 25 de março de 2013

Apaixonado...

Quando algo me alcança e me atinge, e a vida me balança e me transborda, nascem as vontades de escrever. Escrevo quando pela Alma sou provocado, desejoso em me derramar palavra nas linhas do que não me cabe; engarrafar nas letras as marés de dentro e tudo o que explode em mim. Um exemplo de maior razão é o Amor, que em nós chega e nos arranca dos nossos habituais confortos. O Amor que mais magicamente nos inspira e nos abate, excede, transcende e nos imerge é quem movimenta as mãos e linhas que nos imensa e nos faz dizer da janela da poesia as coisas exatas. Ali, estou num profundo estado de encantamento. Ali, estou verdadeiramente apaixonado.

2 comentários:

Poeta da Colina disse...

O mundo nos conquista.

Milene Cristina disse...

Só no falar Amor percebo em mim, um pedir natural que o escreva, que o sinta.