segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Desejo...

Que o desejo pelo beijo seja a vontade nossa de beijar, 
nunca a tristeza por ainda não ter sido o beijo mesmo. 
Que o desejo nunca nos corte.
Que as ausências jamais nos sangrem. 
Que o calendário não nos condene 
Que a esperança não nos sufoque. 
Caminhemos de mãos abertas.
Quem sabe um dia, então nos encontremos em nossos desencontros...

5 comentários:

Solange disse...

quem sabe um dia..

adorei!!

bjs.Sol

larysalgueiro disse...

Quem, sabe se ao abrir da janela, entre junto dela raios do destino, e só assim realize, as suas vontades escritas em teus versos distintos.
Beijo

Poeta da Colina disse...

Até que o desejo vire o silêncio dos olhares/

Sol disse...

Q lindeza!
Que nós consigamos viver sem esperas...

Um beijo, Guilherme.

Áurea Manuele disse...

' .. nos encontremos em nossos dez-encontros! '

lindo ...