sábado, 7 de julho de 2012

Sublime...

Você que pensou ser maior que o próprio destino e declarou independência das tuas responsabilidades. Que confiou na direção da dúvida e que jamais suspeitou de si mesmo. Você que um dia amou, mas vingou todas as suas dores. Que nunca soube fazer dos teus erros, apenas remédio amargo. Você que celebrou o que não era para ser celebrado. Que esqueceu a glória ser manto feito pelas tuas palavras e atos através da História. Você que um dia modelo sublime de arcanjo e fiel exemplar de demônio nunca soube dos teus olhos, mas hoje desafia o espelho da tua própria consciência. Escuta: ainda é tempo. A verdade é terra sem caminhos em que teus passos são todos bem-vindos. Aceita o inevitável curso do rio ao mar e abençoa a nascente, mesmo que o rio todo se perca na sua foz. Anuncia a vitória da luz sobre a escuridão, e o Amor sobre todas as paixões. Aprenda que a queda não se dá apenas para as folhas no outono; e que é possível cair pelas virtudes e levantar pelos próprios pecados. Cultiva teus laços e desfaz tuas amarras. Busca dissolver teus medos por conquistar o reino e a benção da sabedoria. Caminha firme pelas tempestades, certo de que as nuvens se dissolvem ao sabor do próprio vento, a também moldar a areia e as rochas do planalto. Saiba assim que as mudanças são filhas do tempo. Por isso trabalha a paciência e descobre que o prazer do jardineiro se encontra, na verdade, no perfume das suas flores. E que o véu das formas esconde aquilo que jamais se modifica. Ouça Alma que canta ser o coração a mãe de todas as singelezas, e a vaidade, pai de todas as mentiras. Abandona o sentido de perfeição, posto que ela é horizonte que nunca chega. E pela impermanência dos dias e das fortunas, das tramas e das ruínas, das conquistas e dos teus problemas, saiba que o eterno mora no céu; porque na terra no final das contas, pelo inevitável desfecho da morte, o sublime é aspiração.

4 comentários:

Sol disse...

Eu vou aceitar isso como feito pra mim! E eu vou ler isso todos os dias pra ver se eu aprendo q o eterno mora no céu...


Me fez bem ler isso! ;*

Nina disse...

E sobretudo viver para esperar a morte chegar: sina de todos nós.
Abraços.

Poeta da Colina disse...

Permita-se

Josiani Rocha disse...

Um nó pequenininho no peito por não ter lido isto em outro tempo. Ms é tempo ainda.

Um beijo.