quinta-feira, 19 de abril de 2012

Nestes lugares...

Quando eu não mais esperava que algo acontecesse, você (me) aconteceu, como parte de mim que desconheceu o espelho do meu quarto e o lençol da minha cama, até hoje pela manhã. Ao despertar, tudo passou então a fazer sentido. Tornei-me aquela parte de mim que nunca se sentiu realeza num café-da-manhã; que nunca se sentiu romance além de um livro; que nunca soube quão profundo se chega um suspiro; e que nunca se alegrou por uma espera, até então. Porque o que me tornei já me faz feliz por lembranças que ainda iremos ter. A minha boca, que antes nunca soube ser sorriso, hoje rima com a tua. A minha Alma, que antes nunca soube ser inteira, hoje habita nós dois. Quais não foram as filas em que esperei por um acaso entre nós? Quantas não foram as mesas de bar que não te enxerguei? Será que a sorte não se encontrava naquela esquina que nunca dobrei, ou naquela estação em que nunca desci? Ah, se antes eu soubesse em qual lugar do meu não-saber você por tanto tempo morou! Vivi fugindo da tristeza quando queria era estar contigo em qualquer lugar em que se é feliz. E o Amor ao se reconhecer no outro, se aconchegou. Curou nossos destinos num beijo. Adormeceu o tempo num abraço. E enquanto o mundo inteiro continua sua busca, serei aqueles passos a acompanhar os teus para então, saciando o desejo ardente do Amor por ser presença, sermos também poesia, pois não há outra língua fiel ao teu nome.

7 comentários:

Priscila disse...

Adooooro... tão lindo ser romântico, cultuar o amor, ser sensível sem medo de ser piegas. Fico encantada, principalmente, quando esses escritos vêm de um homem, sem querer ser sexista.:))
Ave Guilherme!

Lucille Patriota disse...

O encontro de dois, é onde o amor mais segue a língua da poesia. É onde ele se traduz.

Maya Quaresma disse...

Ah o amor, sempre nos pregando peças. Do nada, ele invade o ser e quer fazer morada infinita. Sentimento tão doce, puro, que só eleva a alma.

Beijos! :)

Lê Fernand's disse...

as metáforas foram feitas para o amor.

obrigada.
bj meu

Thami disse...

Obrigada por descrever assim o Amor... por viver poesia...

Poeta da Colina disse...

Sem dúvida o amor é algo que sempre viveu dentro de nós, só que para encontrar é preciso de outro.

Heat disse...

Ca-ra-lho.

Simplesmente.