quarta-feira, 28 de março de 2012

Felicidade...

Quando verdade se sabe adormecida dentro da gente, só alma sabe o som exato para fazê-la acordar. Um som que ecoe na medida certa entre nossas perguntas e respostas, e que seja possível ouvi-lo além daquilo que jamais se ousou saber. Um som que não esteja ao alcance da nossa própria solidão. Um ruído que desminta todas as nossas razões mornas e desculpas tolas que carregamos numa versão-pela-metade de nós mesmos. Uma voz que dissolva nossa crença de que a vida já nos deu o suficiente e isso é tudo até onde se pode chegar. Às vezes precisamos de um daqueles chacoalhos que arranque nossos vazios e tons de cinza que falam por nós. Um tranco que não respeite os limites da nossa zona de conforto idiota em que resolvemos enfeitar e decorar mesmices pra nos distrairmos e nos convencermos de que é o que tem pra hoje. Que além daqueles monstros que calamos e sufocamos dentro da gente, revelem-se bonitezas insuspeitas e caminhos abençoados; ou que nos diga claramente que a vida não se resume naquele romance best-seller no qual suspiramos, e que o amor não se resume nas canções que ouvimos, ou em corações vermelhos de papel ou tão-somente no outro. A gente acaba fazendo trocas cruéis com a gente mesmo e evita dizer isso no espelho à luz do dia. Aí sem perceber, passamos também a evitar a vida através das sutis prisões de nós, tal como a espera por um príncipe encantado que nunca chega ou numa outra busca tonta pelo que dizemos ser felicidade. A busca não é exatamente pela felicidade, mas pelo Amor em nós. E quando nele nos encontramos, felicidade é a sua sombra. Assim, "estar feliz" é estado transitório que nos acontece quando se reúnem alguns elementos dentro de nós nos breves momentos em que "somos" e "estamos sendo". Quando você se distrai, ela chega com flores. Quando nos vestimos de coragem, ela bate à nossa porta. Quando aceitamos as sombras de estimação como nossos degraus, expomos o que de mais bonito temos: a nossa própria Alma.

5 comentários:

Kelly Cristina Costa disse...

O texto é cheio de detalhes belos. Estou encantada, gostei muito. Na verdade, sou suspeita para falar pois, gosto de boa parte dos seus textos. Parabéns pelo talento de sempre.
Paz e bem.

ღJhoy Nanynhaღ disse...

lindo texto =)

mais é assim mesmo a felicidade aparece quando menos percebemos!
boa noite para vc


------♥-------♥------♥--------♥------♥------♥-------♥----♥-------♥----♥
(Ei, dá uma olhadinha depois) -----> ♥ Diário de um Coração Encantado ♥

Jhoy Nanynha


------♥-------♥------♥--------♥------♥------♥-------♥----♥-------♥----♥

Poeta da Colina disse...

Quando diz dos chacoalhos, lembro que tudo poderia ser um grande tapa na cara, para lembrar tudo que é real.

A felicidade está dentro de nós, a procura de saídas.

mfc disse...

Talento e beleza, foi o que surpreendi neste texto.
E há que acordarmos para a felicidade que é sempre o nosso destino... e tudo começa por dentro de nós.

Débora Cecília disse...

concordo com cada letra, ponto e vírgula!