domingo, 19 de fevereiro de 2012

Lágrimas...

Quando ela permitiu que as lágrimas não fossem mais suas prisioneiras, deixou-as correr de vez a desaguar no perdão. O peso de cada uma que não a permitia levantar sua cabeça e olhar para qualquer canto, tornou-se lembrança quase esquecida de ontem. Conseguiu caminhar. O sol a lhe aquecer era sua companhia. Era disso que precisava para reacender o coração.

11 comentários:

mfc disse...

Um excerto de uma vida real...!

Heat disse...

to sumida de comentar. mas vira e mexe eu sempre venho aqui.

bjao

Jaya Magalhães disse...

E reacende sempre. Uma vez aceso, é só aprender a brilhar. Luzes sempre seremos.

disse...

chorar lagrimas de perdao...
sensacao de paz.
beijos

Maya Quaresma disse...

As vezes o que precisamos é apenas que o sol nos invada. Que nos traga a luz.

Beijos

Maya Quaresma

A VIDA É UM ETERNO APRENDIZADO disse...

Olá!
Simplesmente lindo seu post.
Grande abraço
se cuida

Izabela Cosenza disse...

o amarelo do sol muda (cores) cinzas.
que bonito.
=)

Daniela disse...

Mesmo sem querer ,MUITAS VEZES elas transbordam.

Bjoo!

Felicidade Clandestina disse...

"Não dizer nada, chorar
Até o pranto coalhar
Na retina.

Miguel Torga"

Poeta da Colina disse...

Permitir-se.

Anônimo disse...

Que bonito.