sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Amnésia...

Saiu batendo a porta e pisando duro; partiu sem saber pra onde ia. Era a bilionésima vez que discutiam e mais uma vez, ele se descontrolou. Gritou com ela. Escondeu seu Amor nos punhos cerrados de raiva; espantou seu carinho com seus gestos brutos de desespero. As lágrimas que corriam não o deixavam ver o tamanho colossal da sua idiotice. Sentia-se tão certo ainda que estivesse tão errado. Recusou dividir culpa que também lhe cabia. Ignorou a cartilha do saber-cuidar que aprendera a duras penas durante toda sua vida, desaprendendo perdão no constante amargo dos seus avessos. E a vida bonita que é lhe deu abrigo imediato em lição amarga de desatino. Atravessando a rua não viu caminhão que passava. Quebrou ossos pra fazer companhia ao coração partido dela. Bateu forte a cabeça e esqueceu-se de tudo. Aprendeu por amnésia, sumariamente a perdoar; mas levou para sempre na memória o carinho da sua menina que ali o encontrou, despindo-se das próprias feridas para cuidar da sua Alma. Levantou-se outro. Tornou-se melhor.

(Guilherme C. Antunes, vulgo "eu" em 25.11.10)

"Quem pede perdão mostra que ainda crê no amor. Quem perdoa mostra que ainda existe amor para quem crê. Mas não importa saber qual das duas coisas é mais importante. É sempre importante saber que: perdoar é o modo mais sublime de crescer, e pedir perdão é o modo mais sublime de se levantar..."

5 comentários:

Sandra Loffreda disse...

Olá!
Achei maravilhoso o que escreveu sobre perdoar e pedir perdão e tomei a liberdade de publicar no meu blog, citando, claro, seu nome e o endereço de seu blog.
Espero que não tenha problemas, mas te convido a passar por lá e ver o post...havendo qualquer problema, me avise, por favor.
Um beijo
http://coracaocor.blogspot.com/2011/12/amar.html

Poeta da Colina disse...

Melhor por não lembrar quem era, ou o que foram...

Alê disse...

Gui,


De tudo que li hoje até e me fascinou,
Nada me emocionou mais que a parte do perdão,
O raro, difícil perdão,


Um final de semana maravilhoso!

Solange disse...

achei um pouco triste..
mas de uma beleza sem medida..

bjs.Sol

Ivânia Santos disse...

Lindíssimo texto! Adorei <33


xoxo*
Iv
http://www.ivaniadiamond.com/