terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Amanhãs...

"Ela parece tão calma, tão concentrada, tão quieta, mas seus olhos continuam fixos no horizonte. Você acha que sabe tudo o que há para saber sobre ela assim que a conhece, mas tudo o que acha que sabe está errado. A paixão flui através dela como um rio de sangue. Ela só desviou o olhar por um momento, e a máscara escorregou, e você caiu. Todos os seus amanhãs começam aqui".
.
.
.
(Neil Gaiman)

2 comentários:

Alicia disse...

amanhãs são promessas doces no meio de um azedo.

mfc disse...

Tudo (re)começa hoje...!