segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Amante...

Amar se ama quando se abraça, quando se escuta, quando se entende, quando se perdoa, quando se espera, quando se alivia, quando se aflige, quando se carece, quando se é amado, e quando não. Amar se ama quando se acolhe, quando se envaidece, quando se admira, quando se elogia, quando se cala, quando se fala, quando se tem, e quando falta, quando se merece, e quando não. Amor é a semente na mãe, o cuidado do pai, o crescer na amizade, viva cor no sexo, perfume na gratidão, fruto na caridade, florescer no amante, comunhão em Deus. E só Ele sabe do meu suor e dos meus avessos que levo no caminho para tornar plena cada uma destas palavras, em verbo vivo na Alma, enfeitando-me nos sorrisos e lágrimas, chegadas e partidas, noites e dias que me contam com a voz de dentro que diz que amar se aprende amando.

7 comentários:

Wanderly Frota disse...

Amor. Desconheço sentimento mais belo!
Encantada!

Camila Gomes disse...

Lindo espaço!!
Seguindo ;D

Abraço!
Camila Gomes
http://camillacris.blogspot.com/

Poeta da Colina disse...

Quando se vive junto, por algum nós.

Yohana Sanfer disse...

Lindo, lindo, lindo isso moço! A essência do que é amar...

z i r i s disse...

Guilherme!

Fez-me lembrar no ato de Gonçalves Dias. É. Quando escreveu: Se se morre de amor...

Amor é vida; é ter constantemente
Alma, sentidos, coração - abertos
Ao grande, ao belo; é ser capaz d'extremos,
D'altas virtudes, té capaz de crimes!
Compreender o infinito, a imensidade,
E a natureza e Deus; gostar dos campos.
D'aves, flores, murmúrios solitários;
Buscar a tristeza, a soledade, o ermo,
e ter o coração em riso e festa;


Lindo texto seu!

Abraço da Ziris

Erica Gaião disse...

O amor é o que nos torna melhores, mas só descobrimos isso quando amamos.

Lindo.

Beijos

Carol Righetto disse...

Amar é conjugar todos esses quereres quando entramos no tempo do outro.