segunda-feira, 4 de julho de 2011

Sobre a sintonia...

Sintonia acontece quando a gente põe coração um na frente do outro fantasiados de espelho. Quando primavera e outono se apaixonam. Quando impressão é certeza. Quando se sabe dois; ou quando se sabe o mesmo. Sincronia, sorte, dois patinhos na lagoa. Insight, dejà vu, andorinhas que juntas fazem verão. Acontece nos olhos que falam o mesmo silêncio, nos sorrisos que confessam os mesmos desejos, nas vidas que costuram o mesmo momento. Sintonia é mergulho e vôo que se abraçam. Verdade em par daqueles que se arrepiam juntos, sentem o mesmo e bebem do mesmo poço. Sudito e rei como amantes; reino e nobreza como amados; ressoando amores em qualquer direção, e que se encontram em qualquer lugar. Sintonia é também doer junto, amar junto, ser inteiros, ser um: são. Comunhão. Sintonia é canção que canto mas que só teu coração escuta. Identidade dos suspiros, harmonia das almas, afinidade dos passos. É o jeito manso que a vida dá para aproximar bocas que se aguardam. Sintonia é Amor confesso nas entrelinhas do óbvio. E o óbvio se torna bem mais claro quando olhos e coração afinados se sintonizam.

8 comentários:

Ana Jácomo disse...

Lindo, Guilherme! Lindo.
Prosa poética que toca fundo e macio o coração.
Beijos

Carol Timm disse...

Oi Gui,

A Ana tem toda razão: tua poesia é toda prosa hoje! Bonita demais!!

Bjs,
Carol

Flor disse...

Adoro seu blog!

Apesar de nunca ter comentado, estou sempre por aqui... Vai para minha lista de indicações!

Fernand's disse...

lindo.
eu sinto uma pura sintonia.
ele sente tbm.

[ainda bem!]


:D

Anônimo disse...

Lindooooo Parabens pela sensibilidade!!!

Fé Fraga disse...

Meu Deus! Conseguiu lindamente transcrever em pulsações a Sintonias das almas!
Um beijo,
Fé Fraga.

Ana Jácomo disse...

Vim ler esse outra vez.
Ô coisa linda! :)
Beijos

Priscila disse...

Dois comentários de Ana Jácomo, na mesma publicação, torna qualquer outro comentário despiciendo! Ela é fantástica e se disse, que essa prosa toca fundo e macio o coração, nada mais a acrescentar.

Beijo!