quinta-feira, 28 de julho de 2011

Poeminha do recomeço...

Vim fantasiado de alfabeto pra contar aos teus olhos, palavras que sopro sempre que te vejo atenta aos traços da tristeza: que você vai ficar bem; contente pelas coisas todas que tem. Que você vai florescer; que dor vai deixar logo de ser; e depois de muito morrer, a tristeza vai logo partir. Que esperança de novo irá sorrir; a qualquer momento; pois Vida é questão de viver à tempo, semear sonhos na terra e mais no vento. É questão também de entrega; e de resto, pra nada mais há regra, nem fórmula ou receita. Vive teus dias todos inteiros, vai, aproveita! Que cedo coração se renova e, paisagem nua também se transforma; vestindo certezas sempre mais belas. E com a claridade da tua janela; você encontre muito mais: da fé, do amor, de sorriso e de paz. A te levar sempre adiante; costurando o bonito a cada teu instante, de volta pro (meu) mar; voltando inteira pra cá navegar; içando as velas pra recomeçar.

Nenhum comentário: