sábado, 18 de junho de 2011

Sobre qualquer coisa...

Vim a estas linhas lhe dizer qualquer coisa. Qualquer coisa que seja Amor. Qualquer coisa que me faça mais perto. Qualquer coisa que me faça mais teu. Porque eu me rendi faz algum tempo; desde que te encontrei. E não sei dizer se foi o teu sorriso, se foram todas as tuas palavras, e se é toda tua atenção que se derrama em minha vida que me conquistaram. Conquistaram porque deixei me entregar às belezas grandes como são teus olhos, e também às pequenas e aquelas sutis que você faz comigo nos dias que se acontecem, entre os momentos que se confessam nossos. Porque você é lastro, você é fato, você é caso de amor que dá sentido ao meu amargo. Amargo porque distante, e só por isso. E sobre qualquer coisa lhe digo que você está muito bem. Que em você lhe cai muito bem. Tuas roupas, tuas atitudes, minhas mãos. Porque qualquer coisa é toda a coisa que penso ser que deve ser, ainda que não seja. Porque qualquer coisa é muito. E você é única. Queria desenhar tua rua perto da minha; queria desenhar teu caminho a cruzar o meu; no ônibus, na janela, nas cartas que não chegam, no supermercardo; na minha vida de qualquer jeito. Queria ser teu vizinho, a pedir açúcar pra bolo, a pedir teu tapete pra limpar meus pés, a pedir teu peito a descansar meu coração. Queria ser tempo a escolher de qual jeito e quando você iria ser minha. Porque ainda que seja teu, você não é minha. Porque o sorriso é breve, é contido e não escancarado a dizer que tudo é como deve ser. Porque estou ébrio de palavras que amanhã não me darão dor-de-cabeça, mas sim saudades. Olhe bem: Sou todo carinho a me revelar, a me desvelar, a confessar todo meu corpo, minha mente e minha alma naquela cama; naquele sorriso; naquele abraço. Agora, sou eu a boa sorte a lhe querer qualquer coisa, a lhe vestir azul e desejar sempre, que todas aquelas boas coisas nos aconteçam...

7 comentários:

Tatiane Lemos disse...

Nossa que texto bonito, tu estás mesmo apaixonado né? rsrs


Beijo, linda semana

Amanda Lemos disse...

Gostei bastante do Blog.
Muito interessante !

É bom ver a cada dia que passa mais originalidade nessa "blogosfera". :)

Deixo o meu aqui caso queira dar uma olhada, seguir..;
http://bolgdoano.blogspot.com/

Muito Obrigada, desde já !

Valéria Sorohan disse...

Que coisa mais linda. É o ato de parir a emoção que faz com que a vida e a procura não sejam um aborto.

BeijooO*

Van disse...

Puuuuuxa, Guilherme!

Este texto é maravilhoso, uma declaração de amor das mais corajosas, diferentes e lindas que já li.

Que seja tão sua quanto vc o é dela.

Beijos!

Jaqueline Oliveira disse...

Eu só consigo dizer: Que perfeição de sentimento demonstrando em suas palavras através desse texto. Me encantei.

Karla Tabalipa disse...

Ô moço, para de escrever bonito assim. rs
Que felizes seriam as mulheres do mundo se todos os homens soubessem colocar o coração pra falar desse jeito! (:


Mais um texto lindo. Pra variar!

Camila Lourenço disse...

Lindo.

Fingi que era pra mim. Que aconteça.

Ameii!

Bjo!