sábado, 4 de junho de 2011

Porque escrevo...

Escrevo porque me atrevo. Escrevo pra me perder, e para me salvar; a encontrar respostas nas entrelinhas da vida que não vejo quando olho pela janela. Escrevo a janela, e o jardim inteiro. Escrevo também pra colorir sombras que vivem dentro do coração. Escrevo pra confessar minhas verdades e enfeitar minhas mentiras; pra te trazer mais perto e em ti mergulhar; escrevo pra poder te apagar; e reviver você entre amores amarelados, páginas rasgadas e sonhos límpidos. Pois quantos amores pela metade que vivemos, nos deixam inteiros quando se vão? Você pra mim não foi, porque ainda será; e eu te namoro em poesia velada que sabes tua pelo teor, pela forma e pela cor da tua pele que contam meus ecos e lembranças. Ideias e sonhos que semeamos em folha branca, são sempre sobre nós dois. Alinho as palavras como dedo que aponta pra Lua; ainda que outros vejam o dedo, eu vejo você a iluminar o mar em que navego. Escrevemos todos nós no espelho a refletir cenas, romances e asas. Ainda que eu escreva da gaiola a declamar céu azul, daqui não voo, mas minhas letras levitam plenas, já que não sei aprisionar sentimentos.  Sem escrever, morreria sufocado. Escrevo também porque não sei como mais mostrar meu universo, pintar minhas cores, cantar meu canto e falar de amor. Coleciono letras na ordem do meu querer pra poupar meu dinheiro e o tempo do terapeuta; pra salvar minha lucidez e preservar minha quota de insanidade. Por isso, parabéns à todos aqueles que deixaram de sonhar ilusão pra sentir verdades, medos e raios de sol a esquentar coração e deixar poesia voar e tomar conta da estante, do instante e da vida inteira que os olhos ainda não leram. Escrevo porque escravo. Escrevo pra nunca mais precisar escrever.

"Tentar deixar a pergunta dormir um pouco, pode ser a melhor maneira de abrir espaço para a resposta acordar". (Ana Jácomo)

5 comentários:

♥→ A Pétala... A Thati ♥ disse...

Escrever nos liberta!
texto delicioso... escrevo pq sou escrava dos meus sentimentos que me impulsionam e que me fazem apegar a esse fio chamado de insanidade!!
Adorei!!
beijos doces

Patrícia Rocha disse...

"Escrevo também porque não sei como mais mostrar meu universo, pintar minhas cores, cantar meu canto e falar de amor."

Nossa! vou guardar esse trecho comigo :) Lindo demais!
Beijos :**

Tarsila Aroucha disse...

para me perder e para me salvar, me sinto assim tambem! bjus

Thaise disse...

Eu ameei esse texto! Escrever é o que me acalma, é a única forma que me permite me compreender. Escrevo pra não esquecer. Parabéns pelo blog! Show!

Carol disse...

Texto maravilhoso!
E que escritor nunca pensou nessa questão, não é? Mesmo sendo uma questão tão pensada, cada um tem sua própria e especial resposta pra isso. :) Ja escrevi um texto com o mesmo nome e visão totalmente diferente. Amei ver a sua, simplesmente perfeita!
Parabéns!