terça-feira, 21 de junho de 2011

Bom gosto...

"Você não é único. Nem exclusivo; embora seja bem diferente. Você é cheiroso, gostoso, atraente e tudo aquilo que há muito não via por aqui a despertar todos os meus sentidos. E você veio como presente de terra inesperada; deixando me morder os lábios de vontade, a me derreter toda por você, quando sinceramente pensei que deveria ser o contrário. Passei a querer te levar pro meu quarto e me entregar toda ao teu pecado; sem nunca te dividir com ninguém mais: te saber nos meus lábios e te encontrar nas minhas mãos; sabendo teu nome e tua história ao mesmo tempo em que te devoro. E depois de tanto me encantar, descobri teus dois lados; tua doçura é a mesma a me ser dor de cabeça, a me preocupar com meus limites e a me atacar gastrite. Você é todo meu, ainda que se vá. Você é minha fuga e meu deleite, como nada nem ninguém jamais foi. Meu prazer, meu fardo; peso de que tento me livrar.  Mas não se ache o último da embalagem. Há muitos de você por aí. E saiba: se pudesse eu te buscava, te importava, te faria a ser meu vício de sempre. Minha caixa bonita de chocolate belga. Caro à beça".

12 comentários:

JasonJr. disse...

...iguais, porém diferentes...

Vanessa_Oliveira disse...

paixão a beira da loucura esse texto.
impactante
bjim ***

Ana Cris Nunes disse...

E é tudo o que quero dizer-lhe, só não é um peso.
É tudo o que quero e quero sempre mais. É tudo que preciso e preciso.
Tá muito bonito...
Abraços...

Claire disse...

Nossa adorei.Como sempre voce me tira as palavras.Fique sabendo que e´mto dificil eu conseguir comentar aqui.uashausha
Bom..e sobre,seu comentario no meu,''Conseguimos juntar estas palavras todas num sentir e num doar?''Não,pelo fato do ser humano ser egoista.Mas acho que devemos sempre tentar,pq as coisas deste mundo,as pessoas,não pertencem a nós.O amor,é livre,escolhe um coração e se entrega por vontade,por querer.Se for por obrigação,não é amor,é pena.
Beijos e desculpa o comentario gigante.

Helen Viana disse...

Um viva aos chocolates guylian's... Quando fico de TPM, meu chefe me dá uma e tudo fica bem rsrs

Marly Bastos in "palavreados ao vento" disse...

Gostei do teu texto Guilherme. aliás, são todos bons, tens muita leveza na escrita. Parabéns!
Boa noite.

Solange disse...

um texto palpitante..
delícia!!

bjs.Sol

Valéria Sorohan disse...

Vou dar uma de Rita Lee e pedir saúde pra gozar no final. Que tal?

BeijooO*

Fernand's disse...

kkkkkkkkkkkkkk
ótimo...

eu tenho (tive) uma caixa de chocolates belga de duas pernas, nunca quis me livrar dele e nunca me deu gastrite, mas ao pecado... de corpo inteiro. aliás, pecado seria não termos nos entregado um ao outro!



:D

bjs, querido.

Zélia Gadelha disse...

Que lindo Guilherme... Andei passeando pelo blog e li várias postagens, gostei da emoção que encontrei aqui. Bjusss

Tati Vitorelli disse...

Oi Guilherme, tudo bem?
Encontrei seu blog enquanto passeava em outros cantinhos. Adorei seus posts e, inclusive, quero pedir permissão pra postar este texto no meu blog rs... queria saber se é de sua autoria, para poder dar créditos.
Adorei!!!!!
Aguardo uma visitinha sua :)
Abs.

Priscila disse...

Adorei... totalmente espirituoso! Caso de amor com uma caixa de chocolate belga, quem nunca teve? Pode até virar apelido de pessoinhas gostosas, cheirosas, mas, que, em excesso, dão uma baita dor de cabeça, gastrite e um susto ao subir na balança.
Outro beijo.