quarta-feira, 18 de maio de 2011

A gente dá poesia...

Guardei palavras que do Amor colhi para contar o que a alma canta em doçura tua. Hoje de manhã ao acordar, percebi que você também havia acordado comigo. E ainda que eu não te procure nas minhas horas, de vez em sempre, pelo teu perfume que emprestas às flores do meu jardim; pelas cores do amanhecer que combinam com tuas roupas bonitas; pelo teu sorriso que encontro na minha própria boca; pela minha pele que toco querendo ser a tua, vem você chamar minha atenção. Passarinho cantando vem me trazer o seu nome. Aconchego da almofada me lembra colo teu. Crio mundos e encontro jeitos pra te ver em todo o meu dia. Caso de amor entre o sol e a lua; na doçura da luz dela que serve à noite para que a vida repouse; na força do querer dele para que a vida se faça iluminada. Somos letras combinadas que versam soneto de carinho. Somos palavras e notas a dar o tom da nossa espera, da nossa procura e do nosso descanso. Entre todas elas, estas e aquelas, quero você. Qualquer versão me serve, me sorve, me encanta. Entre todas aquelas, só você serve. Seja com qual sorriso, com qual humor, em qual momento ausência tua se desfaça e você me busque, eu espero. E escrevo sentido secreto das coisas que se revela quando você se faz mais perto; quando você se faz em mim. Pois esta é carta hermética de Amor que só tu compreendes. Você é labirinto que entrei e que hoje não ouso sair por mais que eu queira. Por ti sou atento no olhar aos teus detalhes que me encantam; que me fazem ser mais teu; mais a gente mesmo; essa vontade de ter mais vontade de querer você do que qualquer outra promessa, outra vontade, outro sonho. E o que se quer, quando em dois, se é, se são, se somos. Somos encontro de amor literário; caso de amor pelas palavras que fazemos juntos. Poeta e poetisa. E este é um poema de amor; oferenda aos teus momentos de luta e de brisa e de céu, de vida e desejos tão teus, e confissões tão minhas. Sabe de uma coisa, meu Amor? A gente dá poesia.

"O melhor amor é sempre dentro e perto. Chega inesperado, vem forte, vem doce, acalma e desatina". (Lya Luft)

14 comentários:

Alê disse...

""de vez em sempre, pelo teu perfume que emprestas às flores do meu jardim""


E de tudo que ficou, guardo a saudade mais bonita,

Brenda Gomes disse...

Quanto carinho nessa demonstração de amor. Quanta beleza em comparar seu sentimento a tudo que há de belo no mundo, quanta pureza no sentimento que vem inteiramente da alma. Adorei o seu texto. Bjs

Fé Fraga disse...

Meu bem,
Lendo seu texto, esplêndido, me veio essa frase do saudoso Caio.
Vc a cada dia me surpreende, tanta destreza na escrita, e leveza de sentimentos versados.

“Abandone os antes.
Chame do que quiser.
Mas venha.
Quero dividir meus erros,
loucuras, beijos, chocolates…” (Caio F. Abreu) _____________________________
"A poesia sempre, sempre prevalece..." (O Teatro Mágico)

Beijo.
Fé Fraga.
http://mefaltaumpedacoteu.blogspot.com

Solange disse...

mesmo em lágrimas, é muito bom falar do amor..

bjs.Sol

Patrícia Rocha disse...

Guilherme

Que linda carta de amor :)

"Entre todas elas, estas e aquelas, quero você. Qualquer versão me serve, me sorve, me encanta."
Me apaixonei...
Beijos mil para ti :***

Bell Souza disse...

E eu poderia dizer mil coisas do seu texto brilhantemente apaixonado, mas me contento com esta "somos letras combinadas que versam soneto de carinho".
um beijo

Valéria Sorohan disse...

Vão-se os amores, ficam os poemas. Isto dá poesia. Sempre deu!

BeijooO*

Joii disse...

O primeiro pensamento do dia e o último da noite. Em meio a isso inúmeros sorrisos, lembranças, saudades, gostos, cheiros, ligações, mensagens. Mesmo longe, vc a sente aí. Se está com vc não pensa mais em ir. Guilherme, mesmo que vc não tivesse o dom das palavras, o coração num silêncio de dois diria por você.
Um ótimo fim de semana, bjs da Joii.

enteraqui no meu Universo disse...

lindo demais!!!
consegue trazer a mente imagens de amor amando!

Beatriz Araújo disse...

U-A-U

Amanda Lemos disse...

Muito interessante o blog !
Deixo o meu aqui caso queira dar uma olhada, seguir...;

www.bolgdoano.blogspot.com

Muito Obrigada, desde já !

Fabi Magni disse...

Teu texto me lembrou um texto do Vinícius de Moraes. Detalhista poético romântico. Belas palavras!

Mari. disse...

Nossa, textos assim dispensam comentários. Fiquei muda ao final da leitura, e isso quer dizer tudo.

=)

Cris Cajuína disse...

E eu não respirei oxigênio ao ler este belissimo texto, respirei poesia. Queria ser tão amada quanto tua amada, ser inspiração dos versos de alguém, ser motivo para ser lembrada, vista em todo o dia, "caso de amor entre o sol e a lua". Você me enche de alegria a cada palavra lida. Tua poesia nao se faz no texto, se faz nas palavras, na combinação dos teus sentidos e dos sentidos que dá a elas. Perfeita sintonia.
Querido, parabéns. Quando eu crescer quero ser igual a você.
Beijos!