terça-feira, 8 de março de 2011

Livrai-me...

"Meu Senhor, livrai-me do ciúme! É um monstro de olhos verdes, que escarnece do próprio pasto que o alimenta. Felizardo é o enganado que cônscio, não ama a sua infiel! Mas que torturas infernais padece o homem que, amando, duvida, e, suspeitando, adora".
.
.
(Shakespeare)

2 comentários:

Solange disse...

lindo isso..

bjs.Sol

Sizií disse...

Quee coisa!!
ops-