segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Rota...

"Eu sei que você não vai entender hoje. Talvez nem amanhã ou depois. Porque neste momento parece que você “precisa”, mas acredite, o tempo é sábio e os acontecimentos fazem parte de um processo que nem sempre é dominado por nós. Podemos e devemos planejar o que queremos, mas a idéia de “necessidade” não pode sacrificar cada passo que devemos trilhar. O tempo me ensinou que ignorar os sinais é inútil, que ao contrário, devo treinar meus ouvidos e sentidos para entender cada “não” recebido. Se o caminho não vale a pena não rejeite fazer um desvio. O importante é nada nem ninguém tirar você de sua rota."
.
.
.
(Fernanda Gaona)

Um comentário:

Walquiria disse...

Thiago de Mello foi mto preciso ao dizer que cumprimos o papel de “fazer o pouco que nos cabe nos dando por inteiro”.

Mesmo que os acontecimentos não dependam de nós, das nossas vontades,o importante é saber que mesmo nessas situações há o que aprender...

Não se pode esquecer que foram os caminhos percorridos ou desvios feitos que muitas vezes nos reconstruíram, nos fortaleceram, e também nos transformaram.

Ótimo dia pra ti.
Bjs doces