quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Faço minha...

Aos observadores silenciosos, e aos declarados. Aos olhos que se veem no espelho de minha Ilha. Derramo sorrisos pela oportunidade de compartilhar histórias e estórias, que conto em bocas e papéis outros; que falo através de outros corações, outros universos, outras Almas. Que denuncio pelas minhas próprias confissões. Aqui, nos encontramos; todos nós. Em teia bonita de rede, onde descanso, onde me encanto. Onde nos vemos...

... e faço minha, as palavras dela: "A "palavra" é a única que dispensa o toque pra alcançar alguém. Ela estabelece afinidades mesmo entre pessoas que nunca se olharam nos olhos. É mágico como cada comentário que eu recebo aqui também reflete o que eu sinto e como vocês me tocam quando complementam os textos que escolhi postar. Fico feliz por ter atraído mil “almas” de sentimentos semelhantes aos meus. Que se sentem tocados com a obra de grandes escritores e se identificam com os meus delírios". (Fernanda Gaona)


Um comentário:

Vanessa Souza Moraes disse...

A palavra dispensa o toque até a página 2 :)