quarta-feira, 13 de outubro de 2010

A dor não se divide...

"Escrever doi. Assim mesmo, sem acento. Apenas acentua minha dor. Porque minha dor é aguda. E quando escrevo assim -doi- parece que uso de eufemismo para com ela. Que me pede apenas para que lhe deixe doer inteira e aí então ela dói. E descubro que sempre será assim com acento dói porque é com uma sílaba só, a dor é indivisível".

Luana Gabriela

.
.
.

2 comentários:

Priscila Rôde disse...

Dividir dores...
não dá!

Thaise disse...

Até na dor se ver beleza.