quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Desperceber...

"A gente precisa de amor pra viver, um amor daqueles que deixa marcas, que é sincero, que é real. A gente precisa de um amor que nos complete, que entenda nossas angústias e que nos abrace quando não houver mais nada que possa ser feito. A gente precisa de um amor, que seja amigo, que seja amante, que seja intenso. Os desejos nos corrempem, as paixões nos cegam e o amor nos transforma. Amar é uma mudança, a gente nunca permanece igual depois de ter amado. Enquanto a vida ensina, corre e nos corrige, o amor nos molda despercebidamente".
.
.
.
(Thaísa Schelles)

Um comentário:

Thammy disse...

Amor real. Maduro, fresco e sincero. Que nos mude, não que complete, mas que some. Achei lindo o que escrevestes. E acho que no fundo, o que todos desejamos é isso, amor de verdade. Não ilusão. Mas complicados e mudamos tudo de lugar.
Beijo!