domingo, 1 de agosto de 2010

Reinventar-se...

"Essa é a parte que dói, que você precisa se manter forte, que você quase não consegue virar a página, que a angústia volta, que dá uma vontade louca de fazer tudo errado de novo. Mas é nessa hora que você percebe, que pela primeira vez você realmente quer enxergar e então você enxerga, você entende, as peças se encaixam e você sente que vai dar tudo certo (...) e você vai seguir em frente, porque cedo ou tarde a gente sempre se renova.

Acho que o segredo está em você ter sede de verdades, sabe verdades daquelas que doem, mas vai devagar, uma coisa de cada vez, vai descobrindo quem é você e sua melhor maneira de lidar com tudo. Agora é o momento crucial, onde você aceita que não deu certo, que errou e que você precisa esquecer, começar de novo. Sabe aquele despertar que vem de dentro, que você sente que precisa ser feliz, e que nenhum dos seus passados anda te fazendo bem, então é nesse momento que você vira a página. (...)

Sinta aquela paz que só existe quando somos o que somos! Eu sei que na hora de colocar em prática tudo fica mais difícil, mas lembre-se: “Mude, mas mude devagar, porque a direção é mais importante que a velocidade". (Recortes dos textos de Thaisa Schelles)

Um comentário:

Patricia do Infinito disse...

Que Bonito!
" a direção é mais importante que a velocidade" sim, porque é ela que nos recaptura de volta ao leme e não nos deixa a deriva vagando, vagando ...
Que bonito!
:)