quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Procurar...

"E se eu me abandonasse aqui, ao pé da escada, um dia virias me colocar umas luas nos olhos? Virias me tomar no colo, apascentar minhas mãos, tirar o veneno da minha língua num beijo de certezas e promessas nunca feitas? Te interrogo e em meu peito se fazem antigas todas as asas e morrem mais alguns dos sonhos aninhados entre os meus seios. Se faz tarde e eu suplico teu resgate. Não demora o gosto de sangue a se espalhar nos lábios e eu preciso que imprimas meu nome junto ao teu no lugar mais azul do dia, que chames por mim antes que eu te desespere e adormeça.
E se eu me perdesse, você me procuraria?"
.
.
.
(Ticcia)

Nenhum comentário: