terça-feira, 3 de agosto de 2010

Minha vontade...

"Eu já não to conseguindo fazer mais nada! O primeiro capitulo do livro que eu li teve gosto de dúvida. Eu fugi da história, pulei para a minha. Faltou apetite, ideia, plano, assim como o meu coração. Tudo pelas abomináveis perguntas que me engolem, me tiram o sono, e o sabor de tudo. Só quero desligar o mundo, o tempo e qualquer vontade minha. Ah eu queria governar a minha vida, o meu futuro, me governar. (...) Sem faltar nada. Sem sobrar muita coisa. (...) Já estou a esperança no colo, em uma mão o sonho, na outra o arrependimento. Qual o destino vai escolher? Eu não tenho forças pra desistir dessa história. Eu tenho um milhão de argumentos contra e só um a favor: a minha vontade. Logo eu que queria tanto que ela escolhesse um rumo. Eu não quero acreditar que ela faz péssimas escolhas."
.
.
.
(Mariana Peixoto)

Nenhum comentário: