quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Inevitável...

"Eu sei que poderia ter sido diferente e que eu ainda estaria com os mesmos cristais nos olhos tocando sonhos no escuro, virando céu e tempo, fazendo dia em mim. Eu sei que ainda torto, seria certo. E por ter a certeza, troquei um pulsar mais forte por silêncios curtos que soavam tempos novos. Arrisquei a estrada com caminhos prontos por pontos incertos de luz. Virei o inevitável. O que eu não entendo e me lembro quando não amo".
.
.
.
(Priscila Rôde)

Nenhum comentário: