sábado, 2 de maio de 2009

O elogio do ciúme...

Nada é mais santo, nem mais sagrado do que o ciúme. O ciúme é a sentinela que nunca dorme: ele é para o amor o que o mal é para o homem, um verídico aviso. Quanto mais uma mulher castigar com ciúme um homem, mais ele lamberá, submisso e humilde, o bastão que ao bater-lhe lhe diz quanto ela se interessa por ele.
.
.
.
(Balzac)

2 comentários:

sâmia menezes disse...

se eu soubesse disso antes... rsrsrs.. muito bom!

Clarinha disse...

http://www.goear.com/listen.php?v=5335c07


Amo você! :)))