quarta-feira, 29 de abril de 2009

Questionando a busca...

Um discípulo perguntou a Firoz:
"A simples presença de um mestre faz com que todo tipo de curioso se aproxime, até para descobrir algo do que se beneficiar. Isto não pode ser prejudicial e negativo? Isto não pode desviar o mestre do caminho, ou fazer com que sofra, pois não conseguiu ensinar o que queria?
Firoz, o mestre sufi, respondeu:
"A visão de um abacateiro carregado de frutas desperta o apetite de todos os que passam por perto. Se alguém deseja saciar sua fome além da sua capacidade, termina comendo mais abacates do que o necessário e passa mal.
Entretanto, isto não causa nenhum tipo de indigestão ao dono do abacateiro."
"O mesmo se passa com a busca. O caminho precisa estar aberto para todos, mas Deus se encarrega de colocar os limites de cada um."

Nenhum comentário: