quinta-feira, 2 de abril de 2009

A fada e o palhaço...

"Gostaria muito que ela estivesse aqui

Aqui, bem aqui do meu lado

Bem do lado, um anjo em verso

Resquicios de sentimentos dispersos

Inquietos, não saudáveis…

Enfim, um sentimento ao avesso

Laços que são complicados de se compreender

Assim, um tanto dispersa, as vezes desaparece…

Seja o que for, seja como for

Já te falei por diversas vezes

O tempo vai fazer a diferença

Mas não há como negar que voce me traz calma

E essa historia está sendo escrita, dia-a-dia

Nesse grande circo chamado sentimentos

O palhaço é aquele que esta do lado de cá

Tentando colocar sorriso no rosto da menina-fada

Que só de vez em quando abre aquele sorriso tao iluminado

Sei que fada precisa de tempo

Tempo para se metamorfozear

E se transformar denovo na grande fada que é

Olhares perdidos no preterito-imperfeito

Fadamava, Palhaçava, Entristecia…

E a chuva é testemunha de tudo, assim como o tempo

Que perfeito ou não, sempre será o tempo

Pregando peças, shows, sorrisos e choros

Certo ou errado, estamos aqui, ali e lá

Fazendo e refazendo

Inventando, construindo a nossa parte

Antes do homem o medo, o amor, a duvida

O que diabos prevalece no palhaço ? E na fada ?

E no fim… enfim… em fim… recomeço."

Um comentário:

Clarinha disse...

Amor...está batendo recordes na minha sensibilidade. Me comoveu, de novo. Já disse que te amo hoje? Repito: eu te amo. Todos os dias eu me reinvento, e todas as Claras que existem são tuas...