segunda-feira, 16 de março de 2009

Medo...

Diante das minhas lágrimas, tenho medo.. muito medo.. d´eu ter fechado as portas do amor pra mim! Porque ninguém mais carrega as chaves.. se eu vê-las fechadas, saberei quem fechou!
Tenho medo de machucar..
Tenho medo de não..
Tenho medo do sim..
Dói,
E sei que vai passar.
Mas dói agora, e agora, eu sou!
Tenho medo de viver em fortalezas que construi, na armadura que confeccionei
.. por medo!
Quero deixar o caminho, abandonar a procura! Deixar de ir, que apenas venha!
Quero abandonar, mas que não me abandonem! Dentro de mim, minha grandeza e pequenez andam juntas..
Que a paz venha abrandar a nossa alma, os nossos corações
E o porvir venha me confirmar aquilo que eu sempre soube, mas que agora, esqueci!
De que tudo vai dar certo, porque na verdade, já deu!

4 comentários:

Helen Viana disse...

Ei. Você não parece bem Gui. Por isso o sumiço? Agora sim estou preocupada!

Você mais do que ninguém sabe, tudo vai dar certo, já deu né?! Fica bem. Qlr coisa, me liga, da sinal de fumaça, que apareço.

Beijos amora.

Dulce disse...

Ei..lembre-se que tem a mim!!

Por mais distante que faça ficar de você, algumas coincidência e encontros me trazem para perto de ti!!

Adoro você!!!

João Paulo Jucá disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
João Paulo Jucá disse...

A história de querer estar por cima do amor. De ser forte, de ser frio por fora e lhôco por dentro, de ser calculista ou espontâneo demais. A história de querer dominar essa 'coisinha', mesmo sabendo que é em vão. É, passamos por isso, homem.