quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

O pássaro encantado...

"Vocês se lembram? Já contei a estória do Pássaro Encantado de muitas cores, que amava a Menina...
Mas sempre chegava a hora em que ele dizia:
"É preciso partir, ficar longe por muito tempo, para que a saudade cresça, e dentro dela, o encanto."
E ele voava...
A menina ficava e chorava. Até que não mais aguentou a dor da saudade e prendeu o Pássaro numa gaiola de prata, para que nunca deixasse...
Ele ficou, mas murchou. Seus olhos se entristeceram e suas cores se apagaram.
Acabou também a saudade, e o encanto se foi.
A Menina entendeu, então, que é preferível a dor da saudade encantada à tristeza de uma presença encarcerada.
E abriu a porta da gaiola.
O pássaro voou para muito longe até que a saudade voltasse a crescer.
.
.
.
(Rubem Alves)

2 comentários:

Dulce disse...

lindo texto e só eu sei a saudade que sinto de você!!

beijinhos

Mari(ana) disse...

...voe, pássaro...