segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

"Atravesso o presente de olhos vendados, mal podendo pressentir aquilo que estou vivendo... Só mais tarde, quando a venda é retirada, percebo o que foi vivido e compreendo o sentido do que se passou..." (Milan Kundera)

Um comentário:

Mari(ana) disse...

Realmente...
Só conseguimos ter a real dimensão daquilo que vivemos, depois de vivermos...!
Adorei a imagem!
Beijos!