segunda-feira, 17 de novembro de 2008

Por hoje...

Após subidas e descidas percebes o quão importante é uma amizade
Depois de mentiras e verdades, aprende-se que não se pode brincar
O que se passa a dois não deve ser publicado ou explicado
Apenas vive-se, sente-se, ama-se… por hoje

Faz bem para o ego uma procura entre duas mulheres
Mas faz mal para a cabeça sentimentos tão diferentes
De uma lado a companhia perfeita, de outro o sentimento perfeito
É mais do que claro a indecisão de viver, sentir e amar… por hoje

Não venha perguntar quem é quem, qual é qual
Apenas é… na sua forma mais simples e única
Problemas, discussões, sentimentos, medos
Amizade, companheirismo, presença, carinho… por hoje

E assim se passam dias
E em alguns momentos o tempo para
Em outros voa
E nesse encontro de ventos se forma um furacão… por hoje

Corpo, mente, alma
Todos convergindo para um único ponto
E ao mesmo tempo divergindo para tantos
E nisso, o universo fica em desequilibro… por hoje

Somos responsáveis por toda essa confusão
Como se diz, estamos colhendo o que plantamos
E percebemos quais foram as sementes que foram plantadas
Em cada terreno, uma forma hibrida de vida… por hoje

Teatro, soul, reggae, pop
Tons, destonando as vidas
Dando um tom ao coração
Virtualmente real… por hoje

Nesses milhões de milisegundos
Os triangulos se formam em quadrados
A vida se entregando a sorte
O impossivel se tornando em paz… por hoje

Quando cai o pano, tudo se apresenta
O talento em manipular, falta para amar
Um tanto bem maior do que recriar
Talento provado e aprovado… por hoje

És o pranto ao avesso
Presente e atravessada
Teu cuidado e tua maneira
Essa é a nossa sina… por hoje

Tanta pressa, tanta calma
Tanto medo, tanta certeza
Tanto tudo, tanto nada
Tanto ontem, tanto hoje… por hoje

Um comentário:

Mari(ana) disse...

Talento...ou pura sensibilidade?
Que dom que vc tem pra escrever...para expressar-se!
O q posso fazer senão simplesmente contemplar tudo isso e poder desfrutar d esua companhia! =]

Beijoss!